2.22.2012

Livro: Fab – A Intimidade de Paul McCartney


Certa vez, um amigo que gosta de polemizar, soltou a teoria de que não há diferenças entre ler uma biografia e ler a revista Caras, por exemplo. Na cabeça dele, o que realmente importa na vida de alguém é sua obra. Eu até concordo, desde que a própria vida seja vista como obra. E nem vale a pena discutir se é possível separar vida e obra, porque não é.

A cada biografia que leio tenho mais certeza disso – incluindo a recente “Fab – A Intimidade de Paul McCartney”. O livro está longe de ser um apanhadão de reportagens de revistas de fofocas, é resultado do minucioso trampo de pesquisa e apuração de Howard Sounes, já especialista neste tipo de abordagem (vide as biografias que escreveu sobre Charles Bukowski e Bob Dylan).

Os méritos de um bom biografista, especialmente quando o objeto do trabalho já teve sua vida contada em outras páginas, é levantar novas informações e experimentar novas abordagens. Aqui está o mérito de Howard Sounes que traça paralelos detalhados entre a vida pessoal do ex-beatle e sua carreira como músico.

Howard não cai no senso comum, mesmo em pontos em que isso seria até perdoável, como quando fala da dissolução da do quarteto inglês. Ele conseguiu remontar diálogos secretos ocorridos no ápice das discussões, além de apresentar aos poucos os motivos que juntos poderiam ter levado ao fim da banda – o que pela lógica da narrativa era inevitável.

Ok, os Beatles acabaram, mas sir Paul McCartney continuou – produzindo e se metendo em polêmicas. O livro trata das mortes de Lennon e de Linda McCartney, então mulher de Paul, das tretas com Michael Jackson, do hábito de fumar maconha – e dos decorrentes problemas com a polícia.

Contar episódios por cima seria me aproximar demais do modo como a imprensa trata a vida de uma celebridade, por isso paro por aqui. E vocês, interessados em literatura, música ou cultura pop podem dar um jeito descolar Fab – A Intimidade de Paul McCartney, a leitura vale a pena.

Fab – A Intimidade de Paul McCartney
Autor: Howard Sounes
Nota: ★★★☆☆
Editora: BestSeller

3 comentários:

  1. Paul McCartney é um cara sensacional. Vale muito a pena ler a biografia dele. Esse livro eu ainda não li, mas já terminei um outro que fala sobre a vida dele.

    ResponderExcluir
  2. Adoro biografias, mas não sei se boto muita fé nessa do Paul McCartney. Já li a biografia do Tim Maia (Vale Tudo, do Nelson Motta), a biografia do Erasmo Carlos (Minha fama de Mau, do próprio Erasmo) entre várias outras - só pra citar as mais recentes. Sempre valeu muito a pena. Bom, se eu ganhar a biografia do Paul McCartney leio também. Parabéns pelo blog, bjos.

    ResponderExcluir